Por conta das obras do viaduto da PUC e o trânsito lento na BR-369, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) havia determinado que o cruzamento da Rua Presidente Nilo Peçanha com a PR-445 fosse interditado nos horários de pico para facilitar o acesso ao Parque de Exposições Ney Braga durante a ExpoLondrina. No entanto, o fluxo intenso não se deu como previsto e a Prefeitura de Cambé liberou novamente a via por baixo do viaduto.

De acordo com o plano de gerenciamento de acessos para a feira do DER, a rodovia PR-445 seria o principal acesso ao parque com fluxo concentrado pela agulha da marginal na altura do Motel Gaivota, seguindo até ao Estacionamento Cambé. No entanto, logo após a entrada na marginal tem o semáforo da Rua Presidente Nilo Peçanha que, ao interromper o fluxo, poderia ocasionar congestionamento na via e bloqueio do fluxo. Com isso, o DER determinou que o tráfego por baixo da PR-445 seria bloqueado temporariamente entre às 17h e 20h durante todos os dias da ExpoLondrina.

Porém, o fluxo previsto não aconteceu, com a maioria dos motoristas ainda utilizando o acesso principal, pela BR-369, mesmo com congestionamento. Diante desse cenário, a Prefeitura de Cambé liberou o cruzamento sob a PR-445, na ligação entre as Ruas Marechal Eurico Gaspar Dutra e Presidente Nilo Peçanha, para não causar maiores transtornos à população cambeense, principalmente os moradores do bairros Silvino, Ana Elisa e Bandeirantes.

A secretária municipal de Segurança Pública e Trânsito, Danaê Fernandes, explicou que mesmo com a liberação, os agentes de trânsito seguem atuando na região durante a Expo. “A Prefeitura de Cambé manteve os agentes ali nos horários de pico, monitorando a necessidade de intervenção no fluxo viário em tempo real. Caso tenha necessidade, os agentes estarão prontos para entrar em ação. Mas nos dias tranquilos, todas as vias estão liberadas”, disse.

Escrito por Vinicius Augusto Batista Eira

Compartilhe