A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura de Cambé efetuou a limpeza de uma propriedade na Rua Manoel Borba Gato no Jardim Bandeirantes por reciclagem irregular. A ação foi em cumprimento de uma determinação do Juizado Especial Criminal de Cambé. A Prefeitura também retirou resíduos descartados irregularmente do fundo de vale próximo a casa. Apenas da residência foram retirados mais de 10 caminhões de lixo que equivalem à 40 toneladas, e do fundo de vale cerca de 60 toneladas, totalizando mais de 100 toneladas. 

A secretária de Assuntos Jurídicos, Roberta Silveira Queiroz, explica que a reciclagem irregular acumula rejeitos e que a atividade passou para além dos muros da residência, ocupando a calçada. “Essa situação é um risco à saúde pública, tanto é que é tipificada como crime contra a medida preventiva sanitária por conta dos vetores que se acumulam nesses resíduos. Além do mais, é uma atividade que não é passível de regularização neste local”, destaca.

Segundo ela, no local eram acumulados materiais que poderiam servir de criadouros para focos de dengue, escorpiões, aranhas e ratos. “Com a limpeza a gente consegue inclusive monitorar melhor a quantidade nos próximos dias, se vai voltar o descarte irregular, e o volume que isso se acumula para tomarmos medidas mais efetivas e comunicarmos o juiz sobre a continuidade ou não posterior a limpeza”, acrescenta a secretária.

Roberta também ressalta a importância do descarte correto de resíduos para a saúde pública. “Estamos cumprindo a determinação do juiz para evitar problemas no entorno com o objetivo de encerrar esse tipo de atividade nesse local”, informa.

Além da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, a Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde e a Secretaria de Obras também participaram da ação. A limpeza da propriedade foi finalizada já na sexta-feira (24/06), e a limpeza do fundo de vale na segunda-feira (27/06). 

Sob supervisão de Thiago Mossini